Rua David Correia de Sá

Antes da atribuição dos nomes às ruas eram os lugares que predominaram.

A atual rua David Correia da Silva compreendia parte do lugar de Valflores, o Caminho de Baixo e parte de S. Caetano.

Esta rua sofreu profundas transformações nos últimos 50 anos. Partindo do Largo do Cruzeiro da Independência, a caminho de S. Caetano, nessa altura do lado direito, na esquina com a Rua Guedes de Oliveira, onde hoje existe novo e alto edifício, era a casa da tia Ana Chasca que residia no primeiro andar sendo o rés-do-chão térreo, ocupado por mercearia, que naquele tempo vendia tudo como hoje os supermercados, isto quanto a variedade de artigos e tasco. Logo a seguir havia um terreno pertença do Vicente, que era gaseado da primeira grande guerra e onde, mais tarde, o Sr. Moura, tintureiro em S. Caetano, mandou edificar uma casa, onde veio a habitar o autor de alguns dos livros consultados: Joaquim Marinho. A partir dali e sempre do lado direito deste então caminho de terra, as casas que existem hoje já existiam, embora algumas melhor conservadas e outras algo modificadas. A partir da casa do Diamantino – a ultima deste correr e quase em ruínas – existia uma casa de lavoura pertença de uma outra “chasca” e do Domingos Calça que, também era carvoaria.

O terreno onde hoje existem todas aquelas construções, a partir da mencionada casa do Diamantino, que foi mestre-de-obras, era pertença daquela casa de lavoura que, mais tarde e por casamento de uma das filhas, passou a ser pertença dos pais do atual proprietário da casa de materiais de construção, Sr. Lessa. A seguir, onde atualmente existem grandes edificações era o denominado Campo do Cristóvão – lavrador residente na Rua do Mosteiro. Segue – se a Quelha do Fininho, que hoje se chama Rua da Levada, e que hoje liga à rua onde se encontra o Centro de Saúde.

Todo aquele correr de casas até a travessa David Correia da Silva já existia quase como existem hoje, apesar de na altura ocupadas e hoje abandonadas e degradadas. A partir desta travessa era a “bouça do Sá”, só existindo uma pequena casa no local que hoje serve de parque de estacionamento. Daqui até à padaria, que fica mesmo na esquina junto à Estrada Nacional Porto – Vila Real (nº15) havia umas casas baixinhas onde existiu o cartório do notário Borges de Avelar, a mercearia da branca e a própria padaria, embora com outra feição.

Do lado esquerdo da rua sob apreço, e partindo do mesmo Largo do Cruzeiro logo no início eram murros do quintal do Sr. Almeida e a mulher, pais das mestras conhecidas como “porquitas” que, ao centro e virado para o cruzeiro tinha um belo mirante de onde se divisava, naquela época, o largo da igreja e a própria igreja. Ao lado, o portão que assedia a casa, cuja entrada principal ficava ao cimo da rua hoje denominada de S. Bento. Actualmente todo o espaço está ocupado por aquele enorme bloco de andares. A seguir, ainda existe a casa que foi da D. Emília e, pegada, praticamente em ruínas a casa da D. Rosalina e do Sr. Albino com uma bela varanda em betão. Todo aquele esquerdo, a partir do murro ainda existente desta casa, é hoje ocupado por construções até a Rua D. Mafalda. Tudo isso fazia parte da casa atrás citada – era, pois, a quinta do Sr. Albino.

A seguir a rua de D. Sancho a caminho de S. Caetano, e em frente as edificações a que me referi ao falar do lado direito da rua, há vários “Chalets” até se chegar à Travessa do Calvário, assim batizada nos finais dos anos noventa e que liga a Rua David Correia da Silva à Estrada Nacional nº15, tudo isso ocupado pela Quinta do Roseiral, pertença do Rei do ferro, comendador António Augusto da Silva.

Após ter chegado aqui, a partir da segunda esquina desta rua até a casa que fica mais ou menos em frente ao laboratório, eram terrenos da Quinta do Rio.

De seguida há três casas que já existiam e todas as outras até à E.N., junto a S. Caetano não existiam, e as últimas eram bem diferentes e bem mais modestas, pois foram modificadas quando do alargamento da rua em 1996.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s